Por que escolher a ONBOARD?

A transformação digital de qualquer indústria é complexa.

Agora imagine trabalhar na transformação digital do transporte público, um dos setores mais
tradicionais do país, altamente regulado e com uma série de
empresas de tecnologia ultrapassadas criando barreiras de entrada
para proteger a sua reserva de mercado.

Soma-se a isso o fato do segmento de transporte coletivo carregar o estigma de corrupto
que, mesmo equivocado, dificulta a captação de investimentos
institucionais para financiar inovações para setor.

Este é o cenário em que a ONBOARD enfrenta há anos e com a mesma vontade de
transformá-lo desde o seu primeiro dia.

Liberdade e autonomia

Na ONBOARD, nós acreditamos em liberdade contratual, não impondo qualquer exclusividade ou restrição que façam clientes reféns de nossa solução. Para nós o que irá garantir a fidelidade e a manutenção dos contratos é a qualidade dos serviços prestados pela ONBOARD.

Inovação constante

O jeito de inovar da ONBOARD vai ao encontro das necessidades de nossos parceiros. Não esperamos por solicitações ou demandas dos clientes. É nosso papel entregar inovações constantes e é por isso que estamos sempre analisando e criando as melhores soluções, guiados por metodologias ágeis e compromisso na geração de valor para a rede na qual fazemos parte. 

Fortaleça sua marca

A comunicação com clientes é peça-chave de qualquer organização. Lidando com empresas de transporte, até pouco tempo únicas opções para milhões de pessoas, entendemos a importância da aproximação e construção de relacionamentos nesse segmento. 

Por meio das nossas plataformas de comunicação e atendimento, além do apoio consultivo de nossa equipe, conseguimos atuar na estruturação de posicionamentos digitais que encantam. 

Esteja no digital com segurança

As informações são salvas em Banco de Dados com criptografia, assim como todas as comunicações entre apps e back-end.

Dados de pagamento são transacionados por meio de parceiros PCI, como a Cielo. Os deploys (banco de dados, servidores, etc.) são separados por clientes, sem riscos à segurança de qualquer informação.

A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) brasileira já nos guia antes de sua aplicação.